sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Sugestão de Leitura - A Laranja Mecânica - Anthony Burgess

Anthony Burgess

Titulo: A Laranja Mecânica
Autor: Anthony Burgess
Titulo Original: A Clockwork Orange
Ano da edição original: 1962

Editora: Objectiva
Lançamento: Novembro de 2012
Páginas: 228
ISBN: 9789896721534

Sinopse: Edição comemorativa 50º aniversário da primeira edição de um dos grandes clássicos literários sobre futurologia do Século XX, comparável a obras como 1984 ou o Admirável Mundo Novo.
Imortalizado também no cinema pela mítica adaptação de Stanley Kubrick, é uma obra ímpar e de indispensável leitura, já que nem sempre a versão cinematográfica coincide com o texto do romance.
Além disso esta edição inclui material inédito: textos e ilustrações do autor, assim como ensaios sobre a obra e a sua polémica.
Narrada pelo protagonista, esta brilhante e perturbadora história cria uma sociedade futurista em que a violência atinge proporções gigantescas e provoca uma resposta igualmente agressiva de um governo totalitário que então domina a sociedade. Os processos utilizados e as fantásticas e inesperadas conclusões ainda hoje são tão polémicas como actuais.

Criticas: ---

Motivo da Escolha: Mais um livro que procuro há bastante tempo sem sucesso pois as edições antigas estão esgotadas e os poucos usados que encontrei sobrevalorizados.

Já tinha mencionado numa opinião recente que gosto de distopias futuristas, e de entre os clássicos que conheço falta-me ler este " A Laranja Mecânica" que quero muito ler.

Foi agora alvo desta reedição comemorativa da Objectiva, a quem deixo o meu obrigado, e só não vai para minha wishlist porque já lá estava, mas creio que em breve estará nas minhas prateleiras...

Campanhas Wook

Campanha de Natal WOOK

Opinião – Os Jogos da Fome - Os Jogos da Fome - Livro I

Suzanne Collins


Titulo: Os Jogos da Fome (trilogia Os Jogos da Fome - livro I)
Autor: Suzanne Collins

Titulo Original: The Hunger Games
Ano de Publicação Original: 2008

Editora: Editorial Presença
Ano: 2012
Tradutor: Jaime Araújo
Páginas: 254
ISBN: 9789722342391

Sinopse: Num futuro pós-apocalíptico, surge das cinzas do que foi a América do Norte Panem, uma nova nação governada por um regime totalitário que a partir da megalópole, Capitol, governa os doze Distritos com mão de ferro. Todos os Distritos estão obrigados a enviar anualmente dois adolescentes para participar nos Jogos da Fome - um espectáculo sangrento de combates mortais cujo lema é «matar ou morrer». No final, apenas um destes jovens escapará com vida… Katniss Everdeen é uma adolescente de dezasseis anos que se oferece para substituir a irmã mais nova nos Jogos, um acto de extrema coragem… Conseguirá Katniss conservar a sua vida e a sua humanidade? Um enredo surpreendente e personagens inesquecíveis elevam este romance de estreia da trilogia Os Jogos da Fome às mais altas esferas da ficção científica.

Opinião: Comprei esta trilogia num impulso há uns meses atrás numa promoção do site da Editorial Presença . Comprar por impulso não é uma coisa que faça frequentemente, mas de vez em quando apetece-me. O que é certo é que lhes peguei agora da mesma forma... por impulso.

Gosto de literatura fantástica e de distopias este livro tem um bocadinho de ambos numa versão juvenil.  A ideia inicial descrita na sinopse pareceu-me excelente e de uma maneira geral posso dizer que gostei da história mesmo que algumas partes me tenham "irritado"um bocado.

Foi fácil simpatizar com a personagem principal, Katniss, com a sua rebeldia, dedicação, perseverança, mas o seu lado romântico é um autentico desastre, por vezes chega a dar vontade de lhe dar um abanão.

A escrita da autora é simples, por vezes demasiado simples, mas tem ritmo e consegue envolver-nos na leitura, pelo que posso afirmar que me proporcionou umas horinhas descontraídas.

Mesmo com alguns aspetos menos conseguidos como as indecisões / ingenuidade da protagonista ou a forma superficial como é relatada a violência dos Jogos, foi um livro que li num ápice e que deixou vontade de ler o segundo.

Na realidade se pensar bem é um livro destinado ao publico juvenil e visto desse ponto de vista cumpre o seu objetivo. Acho mesmo que o tivesse lido há uns bons anos atrás teria gostado imenso. Nesta altura, recomendo a leitores mais jovens ou mesmo aos menos jovens que procurem uma leitura descontraída que entretenha sem exigir muito.




quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Campanhas Bertrand


Descontos em todo o catálogo de 20 a 40% e Portes Grátis
Até 31-12-2012
Consulte as condições e livros aqui.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

domingo, 25 de novembro de 2012

Opinião – O Físico Prodigioso

Jorge de Sena


Titulo: O Físico Prodigioso
Autor: Jorge de Sena

Titulo Original: n/a
Ano de Publicação Original: 1964

Editora: Público
Ano: 2011
Tradutor: n/a
Páginas: 141
ISBN: 9789896821678

Sinopse: «Símbolo da liberdade e do amor», nas palavras do seu autor, O Físico Prodigioso é uma obra de 1964 aqui apresentada segundo a reedição de 1977. Novela fabulosa, bebe na tradição do conto fantástico português, mais concretamente no Orto do Esposo, selecta anónima do século XV, inspirando-se em dois episódios narrativos dela constantes, amplificando-os e enriquecendo-os. Nesta obra, mais uma vez Jorge de Sena se nos revela como escritor plural, criando um ambiente medieval, religioso e mítico, evocando cantigas de amigo e sublimando um texto marcado pelo erotismo, breve marca do humano, punida pela moralidade vigente.

Opinião: Adquiri este livro numa colecção lançada pelo jornal Público em 2011, por sinal a preços bastante elevados para a qualidade das edições, mas com algumas obras bastante interessantes. Nunca tinha lido Jorge de Sena e na altura este título chamou-me a atenção pelo que o incluí nas obras a adquirir.

Nesta pequena novela que começou por ter o formato de conto na sua primeira edição o autor baseia-se em 2 episódios de uma obra literária de carácter religioso, escrita por um monge anónimo entre os finais do século XIV e inícios do século XV, intitulada Orto do Esposo. São esses dois episódios, o do homem com poderes mágicos de cura com o seu sangue e de ressurreição dos mortos, e o do homem que não pôde ser enforcado porque o Diabo o protegia levantando-o no ar. Misturando e complementando os dois episódios numa só história o autor escreve o que se denominou de conto fantástico português, e o que uma quase leiga como eu chamaria de um conto de fadas para adultos, passado na Idade Média com algum erotismo à mistura.

Tenho acima de tudo de reconhecer a esta obra, a magnifica qualidade da escrita do autor, e um certo experimentalismo muito inovador, ainda mais se tivermos em conta a época em que foi escrito e publicado. O autor intercala por diversas vezes a narrativa com poemas da sua autoria em jeito de cantigas de amigo, e noutras alturas a narrativa dispõe de duas versões para a mesma situação, a “moral” e a “imoral” classifiquemos assim.

Apesar de tudo isto, a história não me entusiasmou particularmente, achei que lhe falta alguma emoção, ou um pouco de mistério, pelo que não posso considera-lo uma obra-prima mas gostei o bastante desta leitura para o recomendar a todos que como eu queiram conhecer a obra deste autor.



Aquisições - Semana 47

Esta semana voltei a comportar-me bem e não comprei livros. Ando a guardar-me para o Natal :)


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Sugestão de Leitura - A Piada Infinita - David Foster Wallace

David Foster Wallace


Titulo: A Piada Infinita
Autor: David Foster Wallace
Titulo Original: Infinite Jest
Ano da edição original: 1996

Editora: Quetzal
Lançamento: Novembro de 2012
Páginas: 1198
ISBN: 9789897220630

Sinopse: Uma comédia colossal, brilhante, sobre a procura da felicidade e todos os males do nosso tempo.

A obra-prima de David Foster Wallace.


Autor: David Foster Wallace é considerado um dos maiores escritores norte-americanos da sua geração. Professor universitário, autor de romances, contos e ensaios, destacou-se pelo estilo inovador que mereceu elogios extasiados da crítica e dos seus pares. A escritora Zadie Smith disse que Foster Wallace "é tão moderno que parece habitar um contínuo tempo-espaço diferente do nosso" e para o Sunday Telegraph "ainda não inventaram uma palavra para aquilo que ele faz". O primeiro romance, The Broom of the System, surgiu em 1987, mas foi com a publicação do colossal Infinite Jest, em 1996, que inscreveu definitivamente o seu nome na história da literatura norte-americana. Em 2005, a revista Time incluiu-o na lista dos 100 melhores romances de língua inglesa desde 1923. Foster Wallace suicidou-se em 2008, depois de uma vida inteira a lutar contra a depressão. Em 2011 foi publicado postumamente o romance inacabado The Pale King.

Criticas:

Zadie Smith - «(David Foster Wallace) Parece habitar um continuo tempo-espaço diferente do nosso. Maldito seja.»

Rogério Casanova, Público - «Um dos romances-evento da década, e um marco literário sobre o qual é possível recorrer com alguma confiança ao velho chavão sobre a ficção americana nunca mais ter voltado a ser a mesma: a fasquia para os sucessores (foi) elevada à altura de um arranha-céus.»

Motivo da Escolha: Para um livro com tamanha dimensão a sinopse é muito curta. Poderia ter retirado da internet resumos de quem já o leu para elucidar melhor quem nunca ouviu falar desta obra. Optei no entanto por deixar uma breve biografia da curta vida do autor. Achei relevante...
Da minha parte há muito tempo que aguardava a tradução deste livro para português. Pelo respeito que me merecem algumas figuras públicas que dizem não o ter conseguido acabar de ler, e pelo pouco tempo que disponho, não sei quando nem se o irei conseguir, mas sei que quero muito tentar...

Campanhas Wook


Válido nos dias 22 e 23 de Novembro.

Veja a campanha aqui.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Opinião – Tieta do Agreste - Vol.II

Jorge Amado


Titulo: Tieta do Agreste - Vol.II
Autor: Jorge Amado

Titulo Original: n/a
Ano de Publicação Original: 1977

Editora: Planeta DeAgostini
Ano: 2002
Tradutor: n/a
Páginas: 339
ISBN: 9727476368

Sinopse: Sentado à mesa de despachos do prefeito, Ascânio Trindade estuda o programa de festejos da inauguração da Luz da Hidrelética, a ser apresentado à Câmara Municipal para a devida aprovação, em sessão próxima. Cabos e fios devem chegar a Agreste dentro de um mês, mais ou menos, segundo o cálculo dos engenheiros. Ascânio pretende celebração à altura do evento - os postes de Paulo Afonso representam o primeiro, histórico passo do município caminho de volta à prosperidade. Quem sabe, além dos engenheiros, comparecerá algum diretor da Companhia do Vale de São Francisco, um bam-bam-bam da política, do governo federal?

Opinião: Posso afirmar que foi com prazer e bastante divertimento que completei a leitura deste livro de Jorge Amado e acompanhei os momentos finais da visita de Tieta a Agreste, assim como a evolução dos restantes personagens. Já tinha mencionado no meu comentário sobre o primeiro volume que gosto imenso das personagens de Jorge Amado, e que este livro está repleto delas, pelo que seguir a sua transformação neste segundo volume foi deveras interessante. Sim porque com raras excepções como Perpétua ou Bafo de Bode que são constantes, quase todas as restantes personagens sofrem transformações no decorrer da história, algumas bastante marcantes como Ascânio que passa de politico exemplar a corrupto bem intencionado ou Ricardo que de ingénuo seminarista se transforma no sedutor da cidade.

A escrita do autor é típica da época e do lugar o que nos consegue inserir muito bem na história e nos cenários. A forma como nos relato os acontecimentos é muito original e por vezes hilariante, sobretudo nos capítulos em que interrompe a narrativa para nos dar os seus "palpites". Os títulos dos capítulos por vezes conseguiram mesmo arrancar-me uma gargalhada em locais pouco apropriados (um destes dias internam-me :) ).

Resumindo, embora na minha opinião não esteja ao nível de Capitães da Areia ao qual fiquei absolutamente rendida quando o li há alguns anos atrás, é mais um bom livro deste autor, que me proporcionou umas boas horas de leitura, por vezes de pura diversão mas também de reflexão sobre a motivação humana e os erros que por vezes cometemos na melhor das intenções... Por tudo isto recomendo a leitura ou releitura deste livro e a minha avaliação é 


quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Bibliotecas do Mundo - Biblioteca Nacional da Suécia - Kungliga biblioteket


Local: Estocolmo, Suécia
Fundada em: 1661

Tipo: Biblioteca Nacional
Nº aproximado de itens:  20.000.000 (livros, revistas, jornais, filmes, gravações áudio , televisão, rádio, manuscritos, mapas, imagens, música impressa e recursos digitais)

* Nota: aberta a visitantes, mas para empréstimos é necessário ser maior de 18 anos e residente na Suécia.

Mais informações em http://www.kb.se/

















terça-feira, 20 de novembro de 2012

Convite - 10 minutos por dia para viver melhor (Dr. Fernando Póvoas) - Porto


Convite - O Eco do Silêncio (Cecília Vilas Boas) - Barreiro


Ideia para quem dispõe de pouco tempo

Mais uma vez fiquei surpreendida com a criatividade que vou encontrando espalhada pela Internet. Desta vez alguém pensou em todos aqueles que como eu acham que os dias deviam ter no mínimo 48 horas e mesmo assim... :)

Esta ideia consiste em rentabilizar o nosso tempo livre tipo 2 em 1, usar o corpo e a mente em simultâneo  ou seja ler enquanto se  faz exercício. Para tal este criativo montou um suporte de leitura numa bicicleta fixa... uma ideia a ponderar!


Mais detalhes em Instructables

domingo, 18 de novembro de 2012

Aquisições - Semana 46

Billie Letts

Titulo: Onde Está o Coração
Autor: Billie Letts

Adquirido: Wook
Preço: € 5,00











Louis de Bernières

Titulo: Pássaros Sem Asas
Autor: Louis de Bernières

Adquirido: Wook
Preço: € 4,90











Michael Collins

Titulo: Os Guardiões da Verdade
Autor: Michael Collins

Adquirido: Wook
Preço: € 5,00











Shirley Hazzard

Titulo: O Grande Conflito
Autor: Shirley Hazzard

Adquirido: Wook
Preço: € 5,00









Gastei: € 19,90 + 2,70 (portes)




sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Sugestão de Leitura - Já então a Raposa era o Caçador - Herta Müller

Herta Müller


Titulo: Já então a Raposa era o Caçador
Autor: Herta Müller
Titulo Original: Der Fuchs war damals schon der Jäger
Ano da edição original: 1992

Editora: Dom Quixote
Lançamento: Agosto de 2012
Páginas: 240
ISBN: 9789722050586

Sinopse: Roménia nos últimos dias do regime de Ceausescu: amigos que se fizeram traidores, outros que desapareceram, provavelmente assassinados; ex-diretores tornam-se professores, fiéis de armazém tornam-se diretores. Numa atmosfera onde o medo e o horror são omnipresentes, a professora Adina, a operária fabril Clara e o músico Paul tentam sobreviver. Mesmo depois da queda do regime, a ameaça não se dissipa. A raposa continuou a ser o caçador.

Herta Müller, uma das mais proeminentes autoras de língua alemã, combina o vigor imagético e a prosa rítmica numa singular abordagem do totalitarismo.

Na fundamentação da Academia Sueca de Estocolmo, lê-se sobre a autora galardoada com o Prémio Nobel de Literatura de 2009 que «retrata, através da concentração da poesia e a franqueza da prosa, a paisagem dos desapossados».

Criticas:

José Riço Direitinho, Público - «Longe de um estilo típico de prosa de denúncia, as palavras de Müller chegam às páginas em fluxos, acumulam-se e adensam-se no espaço do que não é dito, nas zonas do pensamento onde já só parece haver linguagem simbólica, magma onírico. Por vezes, Müller escreve como se a formulação comum da linguagem não fosse já suficiente para o que ela quer expressar, como se não houvesse palavras para tudo. Deixa sempre algo indizível no espaço entre o silêncio e a sua escrita.»

Motivo da Escolha: Esta semana não houve, ou pelo menos eu não soube de lançamentos que chamassem a atenção o suficiente para lhes atribuir este espaço de sugestões. Por isso resolvi sugerir um livro que quero muito ler, mas por já ter sido lançado em Agosto não tinha sido alvo deste espaço de sugestões. Gosto de Herta Müller, gosto da sinopse, e adorei o titulo.

Convite - Sagal - O profeta do fim (António Brito) - Lisboa


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Autor em destaque - John Steinbeck

John Steinbeck é um dos autores que mais gosto de ler e pelo menos um dos seus livros está entre aqueles  que considero responsáveis pelo meu gosto pela leitura pois li-o pela primeira vez ainda muito jovem numa altura em os meus gostos se encontravam em "formação". Perante este facto apercebi-me há poucos dias que este autor ainda não tinha qualquer referencia neste blogue, o que considerei tremendamente injusto, e decidi reparar com esta pequena homenagem (devem existir mais autores na mesma situação, mas o blogue é recente, com o tempo serão referidos :) )

Nota: Por ser um autor com muitas edições e reedições dos seus livros em Portugal optei por não as listar todas, mas apenas a mais recente que encontrei. Não deixa no entanto de ser decepcionante quantidade de livros em que não encontrei qualquer edição portuguesa...

John Steinbeck

John Steinbeck


Nome Completo: John Ernst Steinbeck, Jr.
Data de Nascimento: 27 de Fevereiro de 1902
Local de Nascimento: Salinas, Califórnia, EUA

Data da morte: 20 de Dezembro de 1968 (aos 66 anos, vítima de insuficiência cardíaca)
Local da morte: Nova Iorque, EUA








Prémios
Ano
Prémio
Livro
1940
Pullitzer
As Vinhas da Ira
1962
Prémio Nobel da Literatura


Livros
Ano
Titulo Original
Titulo Português
Editora
Ano
1929
Cup of Gold
A Taça de Ouro
Livros do Brasil
2007
1932
The Pastures of Heaven
Pastagens do Céu
Livros do Brasil
1991
1933
The Red Pony
O Potro Vermelho
Raiz Editora
2007
1933
To a God Unknown
A um Deus Desconhecido
Livros do Brasil
2007
1935
Tortilla Flat
O Milagre de São Francisco
Livros do Brasil
2008
1936
In Dubious Battle
A Batalha Incerta
Livros do Brasil
2003
1937
Of Mice and Men
Ratos e Homens
Livros do Brasil
2011
1938
The Long Valley



1939
The Grapes of Wrath
As Vinhas da Ira
Livros do Brasil
2011
1941
The Forgotten Village



1941
Sea of Cortez: A Leisurely Journal of Travel and Research



1942
The Moon Is Down



1942
Bombs Away: The Story of a Bomber Team



1945
Cannery Row
Bairro da Lata
Ulisseia
??
1947
The Wayward Bus
Os Náufragos do Autocarro
Livros do Brasil
2002
1947
The Pearl
A Pérola
Livros do Brasil
2011
1948
A Russian Journal



1950
Burning Bright
Chama Devoradora
Livros do Brasil
2011
1951
The Log from the Sea of Cortez



1952
East of Eden
A Leste do Paraíso
Livros do Brasil
2012
1954
Sweet Thursday



1957
The Short Reign of Pippin IV: A Fabrication
O Breve Reinado de Pepino IV
Livros do Brasil
2002
1958
Once There Was A War
Correspondente de Guerra
Livros do Brasil
1984
1961
The Winter of Our Discontent
O Inverno do Nosso Descontentamento
Livros do Brasil
2011
1962
Travels with Charley: In Search of America
Viagens com o Charley
Livros do Brasil
1983
1966
America and Americans
A América e os Americanos
Livros do Brasil
2007
1969
Journal of a Novel: The East of Eden Letters



1975
Viva Zapata!



1976
The Acts of King Arthur and His Noble Knights



1989
Working Days: The Journals of The Grapes of Wrath



2012
Steinbeck in Vietnam: Dispatches from the War




Biografia
Nasceu nos EUA em 1902 de descendência alemã, inglesa e irlandesa. O seu pai John Ernst Steinbeck era tesoureiro, e a mãe Olive Hamilton professora.

Passou a sua infância numa pequena aldeia rural e passava os Verões a trabalhar nos  ranchos vizinhos.

Terminou a escola secundária na Salinas High School, em 1919.

Em 1920 ingressou na Universidade de Stanford, onde estudou até 1925 embora tenha saído sem diploma.

Em 1925 vai viver para Nova Iorque e emprega-se no jornal American.

Volta para a Califórnia em 1928 onde trabalhou com guia e como zelador num viveiro de peixes em Tahoe City.

Em Janeiro de 1930 casa com Carol Henning. A partir dessa altura e com a ajuda da família passa a dedicar-se em exclusivo à escrita.

Constrói uma casa de verão em Los Gatos em 1935.

Em 1941 separa-se de Carol.

Casa com Gwyndolyn Conger em 1942, com quem teve 2 filhos Thomas Myles Steinbeck (1944) e John Steinbeck IV (1946–1991).

Em 1943 foi correspondente de guerra na II Guerra Mundial acompanhando os ataques comandados por Douglas Fairbanks, Jr. Em 1944 foi ferido por uma explosão de munições perto do Norte de África que o leva a demitir-se e voltar para casa.

Em 1947 faz a 1ª de muitas viagens à União Soviética onde visita Moscovo, Kiev, Tbilisi, Batumi e Estalinegrado origem do seu livro A Russian Journal.

Em Agosto de 1948 divorcia-se de Gwyndolyn.

Em 1950 inicia uma relação com Elaine Scott, com quem casou e viveu até à sua morte.

Em 1966 viaja para Tel Aviv para visitar Mount Hope, uma comunidade agrícola estabelecida em Israel pelo avô, cujo irmão, Friedrich Grosssteinbeck, foi assassinado por saqueadores árabes em 1858.

Entre Dezembro de 1966 e Maio de 1967, aos 64 anos de idade, percorreu as principais áreas de combate do Vietname do Sul, viajou para o norte da Tailândia e para Laos, documentando as suas experiências numa série de colunas para o jornal Newsday intituladas Cartas a Alicia.

John Steinbeck morreu em Nova Iorque em 1968 e de acordo com os seus desejos, o seu corpo foi cremado. Uma urna contendo as cinzas foi depositada a 4 de Março de 1969 no túmulo da família  Hamilton no Garden of Memories Memorial Park, em Salinas, junto aos seus pais e avós maternos.

Elaine morreu em 2003 com 88 anos e o seu corpo foi enterrado junto a Steinbeck no Garden of Memories Memorial Park.

Curiosidades
O seu avô paterno Johann Adolf Großsteinbeck abreviou o nome de família para Steinbeck quando emigrou para os EUA.

O gosto pela leitura e pela escrita foi incentivado e partilhado com a mãe Olive Hamilton.

Teve uma depressão que durou quase um ano e que começou após a morte do seu amigo Ed Ricketts e do divórcio de Gwyndolyn.

Dezassete dos seus livros, incluindo The Grapes of Wrath (1940), Cannery Row (1945), The Pearl (1947), e East of Eden (1952), deram origem a filmes de Hollywood. Steinbeck também alcançou o sucesso como guionista, recebendo uma nomeação para o Óscar de Original Motion Picture Story em 1944 com Lifeboat de  Alfred Hitchcock.

Foi fumador toda a sua vida o que em parte contribuiu para a sua morte.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Recomendo

2666 - www.wook.pt

1Q84 - www.wook.pt

Wolf Hall - www.wook.pt

Na whislist


O Revisor - www.wook.pt

A Escriba - www.wook.pt